sábado, 16 de outubro de 2010

saudade






Eu queria
ser poeta,
mas poeta
eu não
posso ser,
porque
poeta pensa
muito e eu
só penso
em você.
GIUSEPPE diz:
*"SE UM DIA
UMA LEVE
BRISA VIER
TOCAR-TE
OS LÁBIOS,
NÃO SE
ASSUSTE
POIS É
A MINHA
SAUDADE
QUE
TE BEIJA."
*Chegará o
instante em
que me darás
a mão,
não mais
por solidão,
mas como
eu agora..
por amor.
Quando te conheci,
houve um lugar,
um tempo e um
sentimento.
O tempo ficou
marcado.
O lugar será sempre
lembrado.
E o sentimento,
jamais terá
terminado!
*Não sei se
dentro de
você existe
um pouco
de mim,
mas dentro
de mim
existe muito
de você!
OBRIG ANJO
*Guarda estes versos
que escrevi chorando
como um alívio a
minha saudade,
como um dever
do meu amor;
e quando houver
em ti um eco de
saudade, beija estes
versos que escrevi
chorando

Um comentário:

  1. adoro este poema,assim como adoro você,pessoa linda de min!!!beijos

    ResponderExcluir